ACM Neto é o novo presidente nacional do Democratas

Na convenção nacional, realizada nesta quinta-feira (08/03), em Brasília, onde foi empossado como presidente do Democratas o prefeito de Salvador, ACM Neto, apresentou um manifesto que propõe um pacto com o Brasil em defesa de um país com mais otimismo, empreendedorismo, da livre iniciativa e “dos homens e mulheres donos dos próprios destinos, que não admitem mais tutores ou salvadores da pátria”.

A solenidade reuniu lideranças de todo o território nacional e de várias outras siglas, a exemplo do PP, PR, PSDB, MDB, PRB e Solidariedade. O estilo de gestão pública em Salvador, onde transformou a rua em seu gabinete, será uma referência para o novo Democratas, garante o prefeito. A  aproximação com a população, sem qualquer tipo de extremismo, será a grande marca da legenda, que se coloca ideologicamente como de centro e democrática, no sentido de que pretende ouvir toda a sociedade.

“Nossas prioridades são refundar o Estado brasileiro em bases mais realistas, mais racionais e mais sintonizadas com as exigências de um mundo que está em constante e veloz transformação. Debater as imperfeições de cada Poder da República com coragem, de forma serena, sem radicalismos ou corporativismos. Estamos assumindo o compromisso com o Brasil de que, quando for necessário, vamos cortar na carne da política”, discursou ACM Neto, que foi recebido na convenção aos gritos de “governador”.

Ao lado do antecessor no comando do partido, senador Agripino Maia (RN), do ministro da Educação, Mendonça Filho (PE), e do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (RJ), lançado pré-candidato à Presidência da República na convenção, o novo presidente do Democratas disse que o partido se compromete, através do pacto firmado pelo manifesto, a mudar o atual sistema político e partidário, para torná-lo mais confiável aos olhos da população e com o objetivo de revigorar a democracia.

ACM Neto disse que esse novo Democratas também tem como prioridade o combate a qualquer tipo de discriminação e preconceito, seja por sexo, por raça ou condição social. E afirmou ser fundamental viabilizar um sistema de saúde pública digna para quem não pode pagar por um plano privado. “Queremos um país onde a ética prevaleça sobre a corrupção e o mérito sobre o favoritismo indevido. Que se faça da educação o principal instrumento de combate à pobreza”, discursou.

ACM Neto afirmou que esse novo Democratas é forte e será ainda mais protagonista nas decisões do país. E que o partido está pronto para colocar em prática os projetos e ideias para o Brasil já a partir das eleições deste ano. Ao final do discurso, ele citou os exemplos do avô, o senador Antonio Carlos Magalhães, e do tio, Luis Eduardo Magalhães. De ambos, disse ter herdado várias virtudes, a exemplo da coragem.

Galeria de fotos

Comentários

Ir ao topo da página