Salvador: a capital do nordeste. Em carta está a segurança

Nesta quinta, 11, Salvador foi a capital do Nordeste. Os oito governadores estiveram na 8ª edição do “Encontro dos Governadores do Nordeste” da Gestão 2015-2018. Para fortalecer o registro, todos foram recebidos por um baiana devidamente trajada, que pousou para fotos com os convidados no hall do Centro de Operações e Inteligência da Secretaria de Segurança Pública, no Centro Administrativo da Bahia. Os assuntos mais vezes tratados foram o da Segurança Pública e Previdência Complementar.

Entre outras ações, os governadores escreveram um documento que deram o nome de “Carta de Salvador”. Nele, fazem cobranças ao Governo Federal para o enfrentamento da violência, apontando linhas de trabalho e planejamentos, a exemplo da ampliação dos presídios de segurança máxima. Outra proposta é para se faça um debate envolvendo o Conselho Nacional da Justiça (CNJ) e o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) para tratar sobre presos provisórios, penas alternativas e casos semelhantes.

Outro destaque foi a Previdência Complementar dos Servidores Públicos da Bahia (PrevBahia), que deverá servir de modelo para a formação de uma previdência regional, comum aos estados nordestinos. Houve até a criação de um grupo de trabalho que deverá se ocupar da elaboração deste projeto. Os estados poderão utilizar a estrutura já em vigor na Bahia.

O histórico das últimas 7 reuniões soma assuntos que vão desde financiamentos para os estados, previdências e outras pautas orçamentárias, até documentos que são escritos e enviados à Presidência e, em alguns casos, sem que se revele ao público o conteúdo. Tudo, segundo os políticos, para melhorar a articulação regional.

Comentários

Ir ao topo da página