Segundo Bruno Reis Lídice foi ‘oportunista’

Bruno Reis, vice-prefeito de Salvador. Foto: Rodrigo Daniel Silva/ bahia.ba

O vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis (MDB), foi de encontro às palavras da senadora Lídice da Mata (PSB), que afirmou que o prefeito ACM Neto (DEM) “se destituiu da condição de líder” político ao desistir de se candidatar ao governo da Bahia.

Em entrevista ao bahia.ba na manhã desta terça-feira (10), Bruno classificou a declaração da socialista como “oportunista”. “Se Neto tivesse renunciado, Lídice [da Mata] estaria dizendo que o prefeito abandonou a cidade, ou que ele estava pensando em um projeto próprio, ou que ele se elegeu para ficar quatro anos e depois largar o mandato no meio. Essa é uma declaração oportunista”, disse.

Durante evento de entrega da instalação da geomanta da Rua São Paulo, em Cajazeiras, o vice-prefeito também comentou a provocação do deputado estadual Marcelo Nilo (PSB). O ex-chefe da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) disse que o pré-candidato ao governo José Ronaldo (DEM), ex-prefeito de Feira de Santana, não terá competitividade para enfrentar o governador Rui Costa (PT) nas urnas.

“Em relação a declaração de Marcelo Nilo, eu discordo. Acho que o ele [José Ronaldo] foi vereador, deputado estadual, deputado federal, quatro vezes eleito no primeiro turno como prefeito de Feira de Santana, presidente da UPB, um homem que conhece a Bahia, prefeito sempre bem avaliado da 35ª maior cidade do Brasil, com certeza ele é extremamente preparado e tem força política para vencer as eleições contra Rui”, opinou.

Conteúdo do bahia.ba

Comentários

Ir ao topo da página