Alckmin vai apresentar seu time da Segurança

Com dificuldade de decolar nas pesquisas eleitorais, o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) vem picotando os anúncios de conselheiros de sua campanha à Presidência da República para gerar boas notícias. Nesta segunda-feira, será a vez do anúncio de seu instrutor na área de Segurança Pública. Em viagem ao Rio, o tucano fez inclusive do local escolhido um motivo de manchete.
O Sudeste é uma das prioridades de vitória do paulista. Além de possuir três dos maiores colégios eleitorais do país, é a região onde é mais conhecido. Há uma pedra no caminho: o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ), que lidera inclusive em São Paulo, segundo o instituto Datafolha.
Um nome de peso na Segurança Pública traria Alckmin de volta à disputa contra o capitão do Exército, cuja principal bandeira é o combate à violência. É preciso considerar também que o eleitorado tradicional do PSDB não tem costumes tão incisivos na segurança. O resultado é que o ex-governador vem passando sinais contraditórios na pauta, ora defendendo o desarmamento, ora dizendo-se a favor de exceção para produtores rurais.
Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, alguns nomes estão encaminhados. São eles o pesquisador Leandro Piquet, o coronel e especialista em segurança pública José Vicente da Silva Filho, a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB-PE), cidade que tem um plano específico de segurança, e o general João Camilo Pires de Campos, ex-comandante militar do Sudeste.
A ver se alguém presta atenção, com o país derretendo em meio à greve dos caminhoneiros.
(Conteúdo revista Exame)

Comentários

Ir ao topo da página