Sem choro: realidade virtual é arma na vacinação infantil

Quem tem filho sabe a dor e a alegria que é o momento da vacinação. Ao mesmo tempo em que os pais se confortam por evitarem doenças nos pequenos, tem a dor e a inquietude de vê-los chorar. Eles tentam fugir, se defender, ficam nervosos.

Mas, se depender da iniciativa de um laboratório do Brasil, a experiência da vacinação traumática, está perto do fim, graças a realidade virtual.
Com um óculos de realidade virtual e emersos na história, os pequenos são convidados a se transformarem em heróis. Eles recebem uma roupa especial e “poder especial” no braço. Esse é o instante em que o enfermeiro aplica a injeção. Sem choro.

Campanha do Hermes Pardini, a “VR Vacina”; ação inovadora, criada pela Ogilvy Brasil.

Comentários

Ir ao topo da página