O Brasil não nasceu em Porto Seguro Uma história cheia de mistérios

Barra do Cahy, primeira praia do Brasil
Barra do Cahy, primeira praia do Brasil (Foto: Reprodução)

A história do Brasil, cheia de mistério e descobertas, começou em 22 de abril de 1500, quando Pero Vaz de Caminha registrou “neste mesmo dia, a horas de véspera, houvemos vista de terra! A saber, primeiramente de um grande monte, muito alto e redondo; e de outras serras mais baixas ao sul dele; e de terra chã, com grandes arvoredos; ao qual monte alto o capitão pôs o nome de O Monte Pascoal …”. Este relato comprova que o Brasil não nasceu em Porto Seguro, mas sim, onde hoje é o município de Prado, mais especificamente, na Praia da Barra do Cahy. Todo nativo, pescador, velejador que passa na região, sabe que só é possível ter a visão do Monte, do jeito que Caminha descreveu, se for das águas do Cahy.

E sabendo disso, moradores buscaram esse reconhecimento até que ele veio, em 18 de janeiro de 2017, com o título de “Primeira Praia do Brasil”. Pra demarcar, foi fixada uma cruz e uma placa com trecho da carta de Pero Vaz de Caminha. Só que, mesmo depois de 5 meses do reconhecimento, grande parte da população do Brasil ainda não sabe que história mudou. Até mesmo no Prado tem gente desavisada.

Monte Pascoal
Vista do Monte Pascoal da Barra do Cahy (Foto: Reprodução)

Em um esforço de fortalecer essa nova versão histórica, agora nacional e oficialmente reconhecida, haverá um “Simpósio do Descobrimento em Prado”, agendado para os dias 24 e 25 de maio, voltado, principalmente, para o público local. Até o momento, não existem indicativos de que o turismo e a economia local tenham crescido depois do ato.

Essa nova compreensão histórica deve mudar, sobretudo, o posicionamento turístico do município, que por causa de sua beleza natural e infraestrutura hoteleira e gastronômica, já arrebanha muitos visitantes. Com o reconhecimento, os adeptos ao turismo histórico, que antes partiam direto para Porto Seguro, deverão iniciar o passeio pela Barra do Cahy, caso queiram cumprir o itinerário completo. São informações como esta que serão aprofundadas no Simpósio.

Voltando para a história. No dia 22 de abril de 1500, as Caravelas lideradas por Pedro Álvares Cabral, ancoraram e permaneceram na Barra do Cahy por toda a noite. Lá eles se refrescaram no rio, se abasteceram de água doce e, ao amanhecer, levantaram suas velas e partiram. Continuando viagem, chegaram a novas terras. Rezaram a missa no dia 26, onde hoje fica Santa Cruz Cabrália. O resto da história já é conhecido.

Quem se interessar em ver de perto o cenário do descobrimento, encontrará, além do mar calmo, praia de areia clara e muita vegetação de Mata Atlântica; uma ótima opção para se refrescar, nas águas muito limpas do Rio Cahy. As nascentes estão protegidas no Parque Nacional do Descobrimento e do Monte Pascoal.

Comentários

Ir ao topo da página