Explosão deixa 19 mortos e 50 feridos e é tratada como atentado terrorista

Ao menos 19 pessoas morreram e 50 ficaram feridas após uma explosão durante um show no estádio Manchester Arena, na cidade de Manchester, no norte da Inglaterra. As forças de segurança tratam o incidente desta segunda-feira, 22, como atentado terrorista e pedem que ninguém se aproxime da zona. No lugar, a cantora norte-americana Ariana Grande tinha acabado de fazer um show. O público era formado principalmente por jovens e adolescentes. A artista tem apresentação marcada para o fim de junho no Brasil.

As primeiras imagens de divulgação foram feitas, via redes sociais, por pessoas que acompanhavam e evento e fizeram vídeos do momento. A explosão ocorreu no pátio exterior e ao final do show, quando as pessoas começavam a abandonar o espaço, em torno das 22h30 locais (18h30 em Brasília). As instalações têm capacidade para até 21 mil pessoas. Desde sua abertura em 1995, a Manchester Arena acolheu grandes concertos. U2, Rolling Stones, Madonna e Pavarotti atuaram em suas instalações.

Testemunhas falam em, pelo menos, duas explosões, sendo uma próxima da área da bilheteria. “Havia cheiro de queimado”, disse outra testemunha a uma rede de televisão. Relatos de pânico também tomaram os noticiários. Uma jovem inglesa contou ao jornal The Guardian que ouviu “uma forte explosão” dentro da Manchester Arena, que fez “estremecer” as bancadas, colocando a plateia “aos gritos”.

 

Atentado em Manchester
Atentado em Manchester (Foto: Reprodução)

Comentários

Ir ao topo da página