Quinta, 19 de Maio de 2022
27°

Poucas nuvens

Teixeira de Freitas - BA

Geral Espírito Santo

Dia D de vacinação contra Influenza e Sarampo será neste sábado (30) em todo o Estado

O Dia D marca o início da imunização de novos grupos, com a antecipação de crianças para as duas campanhas e a de gestantes e puérperas para a Influenza.

27/04/2022 às 18h15
Por: Redação Fonte: Secom Espírito Santo
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Espírito Santo
Foto: Reprodução/Secom Espírito Santo

O próximo sábado (30) será marcado por duas importantes etapas de intensificação da vacinação em todo o Brasil, com o Dia D de mobilização social referente à 24ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza e à 8ª Campanha Nacional de Seguimento e Vacinação de Trabalhadores da Saúde contra o Sarampo. No Espírito Santo, o Dia D marca oficialmente também o início da imunização de novos grupos, com a antecipação de crianças de seis meses a menores de cinco anos para as duas campanhas e a de gestantes e puérperas para a Influenza.

O Dia D de mobilização social acontece nas mais de 700 salas de vacinação em todo o Estado, com horários a serem definidos de acordo com os municípios capixabas. Tanto as crianças, quanto os trabalhadores da saúde, que são os grupos contemplados em ambas campanhas, poderão receber as doses ao mesmo tempo.

A expectativa, segundo explica a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis da Sesa, Danielle Grillo, é que em relação à Influenza, a ação possa ampliar ainda mais as coberturas vacinais dos públicos prioritários.

“Em pouco mais de um mês do início da vacinação contra a Influenza temos mais de 230 mil doses aplicadas nos públicos que já iniciaram, os idosos e trabalhadores da saúde. O objetivo com o dia D, além de oportunizar a vacinação aos demais grupos, é poder facilitar a ida à unidade de saúde de quem ainda não pôde comparecer durante a semana, influenciando diretamente no aumento da cobertura vacinal”, disse.

Já quanto à vacinação contra o Sarampo, Danielle Grillo ressaltou ser um momento importante para que as famílias possam garantir a segurança de seus filhos frente a uma doença altamente contagiosa e que pode deixar sérias sequelas, além de levar à morte. “Por isso, atentamos aos pais e responsáveis o quão relevante e poderoso é imunizar suas crianças contra o Sarampo. Não percam a oportunidade de garantir a segurança e o cuidado, e que podem aproveitar também a ida ao serviço de saúde para receber a dose da Influenza no mesmo dia”, explicou.

A coordenadora destacou ainda que, embora o início oficial da antecipação desses novos grupos aconteça no próximo dia 30, os municípios capixabas já estão autorizados a iniciar a imunização ao longo desta semana, como forma de otimizar as ações em curso.

Campanhas tiveram início em março

A 24ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que no Estado teve início no dia 23 de março, com a vacinação de trabalhadores da saúde e idosos, passa a disponibilizar doses para mais três grupos prioritários: crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes e puérperas.

Para a próxima fase, marcada para iniciar no dia 02 de maio, a campanha será ampliada para povos indígenas, professores, pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de Transporte Coletivo Rodoviário Passageiros Urbano e de Longo Curso; trabalhadores Portuários; Forças de Segurança e Salvamento; Forças Armadas; funcionários do Sistema de Privação de Liberdade; população privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

E para a 8ª Campanha Nacional de Seguimento e Vacinação de Trabalhadores da Saúde contra o Sarampo, que teve início com a imunização dos trabalhadores da saúde no final de março, passa a disponibilizar também doses para crianças de seis meses a menores de cinco anos.

Cobertura vacinal Influenza 2022

Para a Campanha de vacinação contra a Influenza, o Ministério da Saúde determina a meta de cobertura vacinal de 90% para os seguintes grupos prioritários: crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes, puérperas, idosos com 60 anos ou mais, povos indígenas, professores e trabalhadores da saúde.

Até essa terça-feira (26), segundo dados do Painel Vacina e Confia, 34,75% dos idosos já receberam a dose e 24,74% dos trabalhadores da saúde, somando pouco mais de 230 mil doses aplicadas, em um público total de 704.772 pessoas.

Em relação à cobertura vacinal de Sarampo, não há meta preconizada para o público de trabalhadores da saúde.

Ele1 - Criar site de notícias