Terça, 14 de Julho de 2020 23:09
73999520088
Dólar comercial R$ 5,35 -0.735%
Euro R$ 6,1 -0.432%
Peso Argentino R$ 0,08 -0.789%
Bitcoin R$ 52.436,64 -0.028%
Bovespa 100.440,23 pontos +1.77%
Economia ECONOMIA

Cerca de 38% dos empresários diminuíram salário e jornada de trabalho devido à pandemia

Levantamento da Fundação Getulio Vargas lista quais as medidas que as empresas mais adotaram para lidar com a crise econômica causada pelo novo coronavírus; setor de serviços é o mais afetado

15/06/2020 11h25
23
Por: Redação Fonte: AGENCIA DO RADIO
Cerca de 38% dos empresários diminuíram salário e jornada de trabalho devido à pandemia

Cerca de 38% dos empresários da indústria, construção, serviços e comércio reduziram proporcionalmente salário e jornada de trabalho durante a pandemia do novo coronavírus. As informações são do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV IBRE). 

De acordo com o levantamento, 33,7% das 3.603 empresas consultadas também informaram que suspenderam contratos devido à crise econômica. Para lidar com os impactos da crise, as empresas decretaram férias coletivas, adiantaram férias individuais e de feriados não religiosos, aponta a FGV. 

Entre os setores, o mais afetado foi o de serviços. Apenas um em cada dez empresários do setor disseram que operam normalmente. A construção, o comércio e a indústria vêm em seguida. 

Em abril, o governo federal editou uma Medida Provisória (MP) que permite a diminuição proporcional da jornada de trabalho e do salário em até 70%. As empresas que aderirem ao programa não podem demitir os funcionários como contrapartida. Para o trabalhador que tiver o contrato alterado, a União paga uma compensação calculada sobre o seguro desemprego. De acordo com o governo, o objetivo da proposta é preservar empregos. 

Ele1 - Criar site de notícias