Sábado, 16 de Outubro de 2021
30°

Pancada de chuva

Teixeira de Freitas - BA

Esportes Bahia

Sudesb oferece aulas de bicicross para jovens de Salvador

De terça a sexta-feira, a Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb) oferece aulas gratuitas de bicicross para jovens de 7 a 17 anos, na Pista Tertuliano Torres, na Praia do Corsário, orla de Salvador.

21/09/2021 às 17h25
Por: Redação Fonte: Secom Bahia - (Pamela Simplício)
Compartilhe:
Foto: Elói Corrêa/GOVBA
Foto: Elói Corrêa/GOVBA

De terça a sexta-feira, a Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb) oferece aulas gratuitas de bicicross para jovens de 7 a 17 anos, na Pista Tertuliano Torres, na Praia do Corsário, orla de Salvador.  O Projeto Pedal já existe há dez anos, e da iniciativa já saíram nomes como Paola Reis que, dentre outros inúmeros títulos nacionais e internacionais, ganhou a medalha de prata nos jogos Pan-Americanos de 2019, em Lima, no Peru.

O Projeto Pedal é executado pela Associação Bicicross de Salvador (ABS). Já são mais de 200 jovens atendidos e ainda há vagas disponíveis. Para participar, os interessados precisam saber pedalar e, no ato da inscrição, devem apresentar comprovantes de matrícula escolar, de residência, cópia da carteira de identidade, atestado médico original, além do CPF do adulto responsável.

De acordo com Wilton Brandão, diretor de Fomento ao Esporte da Sudesb, autarquia vinculada à Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), o objetivo central do projeto é proporcionar melhoria da condição de vida dos alunos através do esporte. “É uma forma também de promover socialização e, principalmente, ocupar o contra turno escolar. É preferencial que o aluno esteja matriculado numa escola da rede pública e que morem em bairros populares no entorno desta pista aqui em Pituaçu, mas não é uma exigência, também podem participar jovens de escolas particulares que residam em outros bairros”.

Com 13 anos, Magdiel Oliveira, faz parte do projeto desde 2018. Nesse tempo, ele sentiu que as aulas o ajudaram a trabalhar questões pessoais que vão além do esporte. “Eu era muito ansioso, sofria com ansiedade e as aulas me ajudaram a controlar isso, na disciplina também, o bicicross me ajudou bastante. A agora sou muito mais tranquilo e consigo ver um futuro nesse esporte”.

As aulas práticas e teóricas ocorrem terças e quintas-feiras, das 14h às 16h; e quartas e sextas-feiras, das 8h às 10h. Os alunos têm à disposição todos os equipamentos necessários, como bicicleta, acessórios de proteção e segurança como luvas, capacetes, joelheira, cotoveleira e coletes, além de itens de segurança sanitária como álcool gel, água e sabão para lavagem de mãos e termômetro para medição de temperatura.

O diretor do projeto, Leonardo Gonçalves, explica que o curso dá aos alunos a experiência de um esporte olímpico. “Aqui é oferecida a oportunidade da cultura da bicicleta, através do Bmx, que é uma modalidade de esporte olímpico. As aulas são realizadas de forma gratuita, temos uma equipe de professores, coordenadores e estagiários que foram  concedidos pela parceria com o Governo do Estado. Aqui se aprende a cultura da prática de atividade física que beneficia a saúde infantil”.

Repórter: Tácio Santos

Ele1 - Criar site de notícias